Aveleda lança vinho de homenagem ao seu fundador

Em 1870, Manoel Pedro Guedes fundou a Aveleda e acreditou no sucesso que os seus vinhos iriam ter. 150 anos depois, a Aveleda confirma esse facto e apresenta um vinho de homenagem ao seu fundador – Manoel Pedro Guedes – que, segundo os seus descendentes, foi um homem «corajoso, arrojado e inovador». «Quisemos homenagear o nosso fundador com um vinho extraordinário. Há muitos anos que sonhávamos criar este vinho, de forma a perpetuarmos a memória de Manoel Pedro Guedes e a sua personalidade arrojada e inovadora, que fizeram dele um homem à frente do seu tempo», referem António e Martim Guedes, CO-CEOs da Aveleda. 

Produzido com as melhores uvas das castas Alvarinho e Loureiro, provenientes das melhores parcelas da Quinta da Aveleda, Manoel Pedro Guedes é inspirado no primeiro blend que a empresa produziu. 

A vindima foi realizada manualmente e as uvas transportadas em pequenas caixas de 15kg e arrefecidas durante o transporte até à adega. Nesta fase, há uma seleção bago-a-bago das uvas, que são depois prensadas de forma suave. A fermentação decorre parte em barricas de carvalho francês (50%) e outra parte em inox (50%). O vinho estagia durante 8 meses: 50% em inox e 50% em barricas de carvalho francês, sendo que metade é de madeira nova (50%) e a outra metade de madeira usada. Apenas uma pequena parte do vinho é selecionada, sendo escolhidas apenas as melhores barricas e cubas para composição do lote final. Este lote é depois engarrafado e repousa durante 1 ano em garrafa. 

Disponível no formato de 750 ml e 1,5l, este vinho revela uma cor amarela de média intensidade e apresenta um aroma harmonioso: notas florais e citrinas, complementado por ligeiro tropical. No paladar, revela uma mineralidade ímpar, assim como uma excelente acidez suportada por uma untuosidade marcante e madeira muito bem integrada. Um vinho que se vai desvendando com tempo no copo. O seu PVP é de 60€, sendo que o vinho estará à venda em garrafeiras e restaurantes de referência, e também na loja de enoturismo da Aveleda. 

Sandra Tavares é uma das melhores enólogas mundiais

Sandra Tavares da Silva, fundadora e enóloga da Wine&Soul (no Douro) e da Quinta de Chocapalha (Lisboa), acaba de ser eleita como uma das melhores enólogas a nível mundial pela reconhecida crítica e jornalista, Jancis Robinson, no Financial Times. Num artigo publicado recentemente no jornal norte-americano, intitulado ‘Women and Wine – a tipping point’,  Jancis Robinson identifica a lista de enólogas que admira. 

Neste artigo, a crítica fala sobre a elevada sensibilidade comprovada que as mulheres têm na degustação de vinho. Sensibilidade essa que afeta as minúcias das suas decisões no processo de vinificação. «É um enorme orgulho para mim e simboliza toda a dedicação e paixão que entrego a cada projeto. É um mote de motivação para procurar fazer sempre mais e melhor. Fiquei agradavelmente surpreendida por encontrar o meu nome entre outras mulheres enólogas que, tal como eu, têm deixado a sua marca distintiva no mundo dos vinhos», afirma Sandra Tavares.  

Sandra é enóloga e proprietária da Wine&Soul, que fundou em 2001 com o seu marido Jorge Serôdio Borges. Fundada pelo casal de enólogos, a Wine & Soul tem elaborado alguns dos vinhos de maior reconhecimento no Douro. O conhecimento e íntima ligação a cada parcela, aliados à paixão e entrega total de Sandra e Jorge, têm permitido atingir patamares de qualidade únicos e de reconhecimento internacional.  Todos os vinhos produzidos pela Wine & Soul têm uma intervenção mínima durante a vinificação, sendo o seu terroir único a determinar a expressão de cada vinho. Sandra Tavares é também enóloga do projeto da sua família, a Quinta de Chocapalha, em Alenquer. 

Já este ano, a critica Jancis Robinson destacou a Wine&Soul e os seus vinhos, atribuindo uma elevada pontuação no artigo ‘Where Portugal is now – second edition’, no seu site. Nesta edição, onde foram provados mais de 140 vinhos portugueses, o vinho Wine&Soul que obteve a maior pontuação, através da Master of Wine Julia Harding foi o Pintas 2017, com 18 pontos, numa escala de 0 a 20. De seguida, os vinhos Quinta da Manoella Vinhas Velhas 2017 e o Guru Branco 2018 obtiveram uma classificação de 17,5 pontos. Com 17 pontos, está o Pintas Character 2017 e os vinhos Manoella Tinto 2017, Manoella Branco 2019 e Manoella Rosé 2019 receberam a pontuação de 16,5. 

Turismo de Portugal convida portugueses a viajarem pelo Melhor Destino do Mundo

#TuPodes, Visita Portugal é a nova campanha do Turismo de Portugal que desafia os portugueses a viajarem pelo Melhor Destino Turístico do Mundo e que converte o VisitPortugal em VisitaPortugal.

Este é um convite do Turismo de Portugal à descoberta dos motivos que tornaram o nosso país o Melhor Destino do Mundo ,e uma oportunidade para contribuir de forma ativa à retoma do setor turístico que tanto tem contribuído para a economia nacional.

Mais do que uma campanha, é uma mensagem emotiva dedicada a Portugal e aos portugueses por quem nos visita, se apaixona pelo país e sonha cá voltar. Esta mensagem é materializada num filme, com a duração de 2´40”, protagonizado por turistas de várias nacionalidades que desde Londres, Nova Iorque, Paris, Madrid e Rio de Janeiro, interpretam em português e com os seus sotaques, um dos grandes clássicos mundiais, ´Only You´, dos The Platters, que assim é cantado pela primeira vez em português.

Os personagens do filme simbolizam os turistas internacionais, que desde as suas cidades, sonham regressar a Portugal e enquanto não o podem fazer, dirigem aos portugueses um apelo para que se deixem contagiar por essa vontade de explorar os sons, os sabores, as paisagens, o património e os afetos de Portugal. Visitar Portugal significa encontrar a nossa cultura, o nosso património, as nossas raízes, conhecer as diferentes regiões do país, a sua diversidade, mas também experimentar as atividades e a oferta que estão disponíveis ao longo de todo o território.

A campanha arranca esta terça-feira, representa um investimento de dois milhões de euros e estará em exibição até ao final deste ano, nos meios digitais, televisão, rádio e imprensa nacional e regional.

Numa segunda fase, serão os profissionais de turismo que convidam os portugueses a experienciar a sua oferta. Seja uma visita guiada a um museu, uma aula de surf, um passeio num parque natural, a descida de um rio, uma caminhada na montanha ou atividades numa quinta ou num enoturismo. #TuPodes, visitar o teu mar, o teu património, a tua cultura, a tua gastronomia, serão algumas das mensagens que os profissionais do turismo irão dirigir aos portugueses.

No início de julho, estará também disponível uma plataforma digital de suporte à conversão da campanha nacional, mas também das campanhas regionais, e que agrega uma oferta diversificada de inúmeras experiências turísticas em todo o país. Uma plataforma que vai proporcionar aos portugueses a descoberta do país e das regiões, através de benefícios que motivem a utilização dos serviços prestados pelas empresas de animação turística. A visibilidade que será dada aos serviços destas empresas vai também dinamizar o tecido empresarial das regiões e apoiar o esforço de comercialização destas empresas através de ofertas especificamente dirigidas ao turista nacional que não é o seu cliente habitual.

A recuperação da atividade turística nacional, setor chave da nossa economia, irá depender, numa primeira fase, do turismo interno que, em 2019, representou perto de 40% do total de hóspedes. Nesta medida, no curto prazo, será implementado um plano de dinamização da procura interna que satisfaça as motivações dos portugueses no contexto de pós-pandemia e que permita dar início à retoma turística em Portugal, um país onde o turismo emprega cerca de 400 mil trabalhadores, representa 14,6% do PIB (Produto Interno Bruto) e é a principal atividade económica exportadora. Vale 52,3% das exportações de serviços e 18,6% do total de exportações de bens e serviços.

Malhadinha Nova reabre com novidades

Após um período de confinamento durante o qual a Herdade da Malhadinha Nova optou por garantir a protecção dos seus funcionários e hóspedes, encerrando temporariamente, a reabertura será uma realidade já no dia 1 de Julho.

Este regresso traz muitas novidades, a começar pelas novas villas, espalhadas pelos 450 hectares de herdade e cuja localização natural garante o refúgio perfeito para quem procura segurança e protecção durante este período.

Cada uma das novas casas da Malhadinha só pode ser reservada em regime de exclusividade, equipadas com os seus próprios carros eléctricos, moto 4 e bicicletas, de forma a poder passear pela herdade com total autonomia. O mesmo se aplica à equipa de limpeza alocada a cada casa e aos pequenos almoços servidos nas villas de forma personalizada.

A segurança e saúde dos hóspedes é uma prioridade, e por isso a Herdade da Malhadinha Nova, em parceria com o Turismo de Portugal, recebeu o selo de autenticidade da marca Clean & Safe , que garante o cumprimento de todas as normas de segurança, limpeza e desinfecção.

A Malhadinha Collection é composta pelo Country House & Spa, com mais de 10 anos de existência, um boutique hotel vínico de 10 Quartos, sendo que o projeto passou a contar a partir deste ano com mais 20 quartos distribuídos por 2 unidades hoteleiras e 3 Villas, recuperadas a partir de ruinas já existentes na propriedade, espalhadas pelos 450 hectares da propriedade, ideais para proporcionar uma estadia isolada em família ou entre amigos. Cada uma das 5 casas assume uma personalidade própria e diferente de todas as outras, cada uma destas unidades conta uma história, destes ou de outros tempos, onde contemporaneidade e tradição caminham de mãos dadas.