Lançadas novas colheitas de Periquita

As colheitas de 2020 de uma das marcas de vinhos mais antigas de Portugal, o Periquita, produzido pela José Maria da Fonseca (JMF) já se encontram disponíveis. Para acompanhar as refeições ou momentos de lazer, existem três opções: Tinto, Branco ou Rosé.

O Periquita Tinto, o primeiro vinho tinto engarrafado em Portugal, é produzido com Castelão, Trincadeira e Aragonês, passando 6 meses em carvalho francês e americano (madeira nova e usada). De cor vermelha rubi, este vinho revela aromas a frutos vermelhos, pimenta e folha de tabaco. Relativamente ao paladar, pode encontrar sabores a frutos vermelhos maduros, taninos suaves e redondos. Este vinho é ideal para acompanhar pratos de carne, caça e queijos de sabor intenso.

O Periquita Branco, criado a partir das castas Verdelho (que lhe concede complexidade aromática), Viognier (que lhe dá estrutura) e Viosinho (que lhe transmite acidez e frescura), revela aromas frescos com notas de lantana, pêra abacate e alperce maduro. Com uma frescura presente e equilibrada, este vinho é indicado para acompanhar. pratos de peixe ou mariscos, ou como aperitivo.

O Periquita Rosé, lançado pela primeira vez na colheita de 2007, apresenta uma cor rosa clara e o seu aroma é definido por framboesa e groselha. Produzido com Castelão, Aragonês e Touriga Nacional, este rosé é perfeito para beber como aperitivo ou acompanhar saladas, pastas ou mariscos. É um vinho muito fresco, frutado e com final muito agradável.

Disponível nos supermercados e também na loja de enoturismo da Casa Museu da JMF, em Azeitão.